Ana Maria Henriques, 18 anos.

para dúvidas, sugestões, ou previsão do futuro:
anamariareisemail@gmail.com

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Citrinos para a véspera


Espero que o vosso Natal tenha sido tão bom e fantástico quanto o meu! Felicidade não faltou por aqui :)
Este foi um dos bolos presentes na mesa de Natal, e todos adoraram. A massa é fofa e os sabores contrastantes, o que faz com que não seja enjoativo. Recomendo!


Bolo de laranja, limão e avelãs

4 ovos grandes
3 colheres de sopa de óleo
Raspa de 1 limão
Raspa de 1 laranja
Sumo de  ½ limão
Sumo de  ½ laranja
1 chávena de avelãs picadas
50 ml de água
170g de açucar
200g de farinha
1 colher de chá de fermento
1 pitadinha de sal 


Para o recheio e cobertura
50g de manteiga
Sumo de 1 limão

100g de açúcar
1 pacote de natas
Raspa de limão e laranja


Pre-aquecer o forno a 200°C. Forrar o fundo de uma forma redonda (20cm) com papel vegetal (não é necessário untar a forma).
Misturar as gemas, o óleo, com a água, com o sumo e a raspa de limão. Juntar as avelãs picadas. Peneirar a farinha com o fermento com metade do açúcar e o sal. Adicionar a mistura das gemas. Misturar bem.
Bater as claras em castelo, quando estas começarem a espessar juntar o restante açúcar.
Envolver suavemente 1/3 as claras na massa, posteriormente envolver as restantes.
Colocar a massa na forma previamente preparada e levar ao forno. Pode ser necessário tapar o bolo com uma folha de alumínio.
Quando o bolo ficar cozido (teste do palito no centro do bolo) retirar do forno e deixar arrefecer completamente antes de desenformar.Com a ajuda de uma faca, soltar a parte lateral do bolo e desenformar. 

Com cuidado retirar o papel vegetal. Abrir o bolo a meio.
Bater a manteiga com o açúcar e o sumo de limão e barrar o bolo. Bater as natas firmes e utilizar 1/3 para rechear também o bolo.
Cobrir com as restantes natas e polvilhar com raspas de limão e de laranja.




3 comentários:

Luisa Alexandra ♥ disse...

O teu bolo ficou mesmo tentador, os meus parabéns!
Continuação de Boas Festas!

www.amsk.org.br disse...

É tempo de ler as linhas da mãos, com sabedoria e altivez,
com humildade e disernimento.
Se a sorte te visita,
não a deixe fugir,
Se a tristeza te acompanha,
te esforça para recordar os momentos felizes,
a sabedoria sempre encontra o caminho,
a serenidade sempre recobra os sentidos,
a magia sempre ilumina a alma
o céu te protejerá por teto,
as estrelas por manto,
e que a liberdade seja sempre gaiola aberta
a guiar serenamente,
as estradas que se abrem.
Porque são nas linhas da tua mão
que se contam as vitórias,
que se tece o tempo,
que se constroi o presente
que se aprende com o passado
que se colhe o futuro.

FELIZ 2012

COZINHA DOS VURDÓNS

Salsa Verde disse...

Olá Ana,
Que bolo magnífico e com os sabores que eu mais adoro!!
Beijinhos,
Lia.